sábado, 28 de março de 2015

O Sudoeste

O Sudoeste da França é como se fosse um país de certa diversidade, com várias regiões e sutis diferenças entre elas. Onde me encontro é o que chamam  de Périgord-Quercy. Mistura-se com  o Auvergne e, segundo os franceses, tem a melhor comida do país e é capital do que classificam como França profunda.

Os ingleses dominaram este território várias vezes durante a Guerra dos Cem Anos entre França e Inglaterra e talvez por influência o “rugby” seja o esporte mais popular. O povo é simpático, produz um excelente vinho, vota em maioria no partido socialista e não tem aquela arrogância dos parisienses.


A riqueza da paisagem é ornada por vários rios, lagos, bosques que restaram do grande desmatamento que sofreu ao longo da história e plantações de ameixas, vinhedos, macieiras, milharais, campos de girassóis. Não existem grandes cidades nem a miséria dos povos, por isso os níveis de violência são tão baixos que ainda se pode caminhar pela madrugada sem receios. Mas só quando o frio concede permissão para se andar na rua.
Postar um comentário