quinta-feira, 30 de outubro de 2014

A transgressão

A crueldade existente na alma das crianças reflete a essência do caráter do homem. As crianças torturam os animais, agridem umas às outras e desconhecem a solidariedade. Os contos infantis que elas amam são histórias de terror onde o bem é permanentemente ameaçado pelo mal absoluto representado por madrastas, fantasmas e duendes. Os ‘games’ de computador e os filmes prediletos são exercícios de assassinato.

Nascemos, como todas as feras, sem consciência moral e sem o sentimento do outro. Somos salvos – quando o somos – pelo contato com a cultura e a sensibilidade acumuladas ao longo da história das civilizações. A transgressão a esses valores pode sofrer punição severa porque ameaça o equilíbrio da organização social.


O estágio superior da sensibilidade humana se consubstancia na Arte, em cujo exercício o homem pode desafiar regras e afirmar assim a idealização de criatividade que a humanidade projetou para si mesma. O artista tende à melancolia pelo paradoxo da sua imperfeição, no qual se perde enquanto tenta transformar o próprio destino.
Postar um comentário