sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Perpignan

A história de Perpignan remonta pelo menos ao ano 1000 e hoje, depois das batalhas vividas através dos anos, é uma cidade moderna, agradável e cosmopolita. O traçado medieval das ruas antigas é compensado pelos espaços em que se construíram praças onde se amplia o convívio humano. O bom gosto estético que se vê no caráter do povo catalão aqui se expressa na sofisticação da arquitetura dos prédios, nas vitrines comerciais, na decoração dos restaurantes, no traçado das ruas, no vestir das mulheres.

Adotando o slogan “Perpignan, la catalane” investe-se da sua personalidade de cidade francesa diferenciada, com cultura própria que nunca esqueceu sua própria língua – o catalão é tão falado na cidade quanto o francês. Tem orgulho de ter sido escolhida como a capital da cultura catalã. Salvador Dali dizia que o centro do mundo encontra-se exatamente na sala de espera da gare de Perpignan.


Ao contrário do catalão espanhol, que luta por sua autonomia e talvez por isso exiba um comportamento arrogante e autoritário, o catalão francês é de trato ameno e cordial. Sem perder sua identidade, integrou-se no país e não parece um povo dividido entre duas culturas distintas. Neste outono, Perpignan foi uma descoberta.
Postar um comentário