segunda-feira, 7 de outubro de 2013

O caminho de Santiago

Quando, por volta do Século XII, espalhou-se pela Europa que o apóstolo São Tiago estava enterrado em Compostela, começou uma enorme peregrinação até aquela pequena cidade da Galícia. Eram multidões de fiéis católicos que cruzavam o Continente numa caminhada que durava muitos meses, algumas vezes alguns anos.

Aqui no Sudoeste da França, ordens religiosas criaram abadias e mosteiros para apoiarem os peregrinos e no entorno deles surgiram cidades, fundadas por aqueles que ficavam pelo caminho, na ida ou na volta. Era um trajeto duro, cansativo, cercado de perigos e a constante ameaça dos assaltantes de estrada.


Quase mil anos passados, até hoje não cessou a peregrinação a Santiago de Compostela – Saint Jacques para os franceses – e ainda se cruza pelas estradas com muitos jovens e alguns velhos, de mochila nas costas e cajado nas mãos, numa determinada busca de Deus através da mística de São Tiago, que talvez tenha sido enterrado em Compostela.
Postar um comentário