sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Dezembro

Dezembro é associado a festas, comemorações de um ano que finda e renovação de esperanças para um novo que em breve se inicia. Mas tem sido também um tempo aberto à destruição e tragédias coletivas, tempestades arrasadoras no hemisfério Sul e nevascas assombrosas nos países do Norte.

As mudanças no clima ecoam as agressões de uma humanidade consumerista dilapidando o patrimônio da Terra. Os países ricos exploram o que podem transformar em riquezas e deixam para trás paisagens arrasadas. E nos países pobres a presença da miséria contamina o espaço em que vai se alastrando.


Dezembro é o mês das despedidas, das alianças partidas, paisagem de acontecimentos sombrios, do agouro dos pressentimentos. É neste mês que os desejos acumulados encontram seu parco destino e buscam se renovar na passagem dos anos. Tem como pano de fundo o desespero das tragédias repetidas.
Postar um comentário