terça-feira, 9 de setembro de 2014

Religiões, ideologias

Mais do que o dinheiro, as religiões e as ideologias causam desavenças entre os homens. As primeiras tentam explicar Deus e disciplinar o mundo, as outras pretendem entender e dirigir os destinos do homem, da política, da sociedade. Tanto as religiões quanto as ideologias muitas vezes se radicalizam em fundamentalismos que não se submetem à interpretação da inteligência. Elas são muito parecidas.

A utopia da paz entre os homens é desmentida pelos conflitos entre famílias, dentro das famílias, nos círculos sociais, entre cidades e países. Uma história da humanidade pode ser contada pela história dos seus conflitos. A busca da dominação pelo poder fragmenta as comunidades e cria classes antagônicas de dominantes e dominados.


Na sua saga da existência, o homem sobreviveu enquanto tantas outras espécies desapareceram porque, ao desenvolver o raciocínio, imaginou compreender o mundo em sua volta. E aprendeu a se defender das ameaças no seu entorno. Mas talvez não tenha aprendido a se defender do seu semelhante.
Postar um comentário