sexta-feira, 28 de setembro de 2012

O Quercy no outono


Os plátanos começam a apresentar folhas com tonalidades de ouro, sinal de que em breve cairão, cumprindo o ritual do outono.  No Quercy o verão ainda dá sinais de vida mas aos poucos as pessoas vão esquecendo o calor, que elas cultuam como os adoradores do sol dos tempos antigos. Este ano, dizem, as temperaturas bateram recordes nas praias artificiais do rio Lot.

Estão todos felizes com o verão passado. Agora, é preparar-se para seis meses sombrios. Ainda se veem bandos de turistas, velhos, pois os jovens voltaram às aulas e abandonaram as praças, os bares e os campos. O trenzinho ainda circula pelas ruas de Cahors mas, ao invés das crianças, transportam os velhos, que aproveitam os últimos dias sem chuvas e de pouco frio.

No Bar du Centre, bebem os fregueses de sempre, aos poucos vão desaparecendo as mesas na calçada. Jaja e Didier dizem que vão se trancar no interior do bar e lá ficarão até abril, quando as janelas se abrirão de novo e o sol tingirá de azul mais uma vez o céu do Quercy.