quarta-feira, 8 de abril de 2015

A atracão dos abismos

Há nos humanos uma atração dos abismos. Impulso que os conduz a escolhas fatais, opções que levam ao desastre, à infelicidade e às vezes à morte. Uma negação do instinto de sobrevivência, renúncia da auto-preservação.

Está presente na paixão por coisas e pessoas que revelarão seu poder de condenação e levarão a vida a contemplar o caos.  É a supremacia de Tânatos sobre Eros, quando o impulso da vida é vencido pelo da morte e nesta contradição encontra-se toda a condição humana.


Os gregos acreditavam que Eros, o deus do amor, adormeceu numa caverna e, ao perder suas flechas, misturou-as com as de Tânatos, o deus da morte. A partir de então as flechas do amor misturam-se com as da morte mas as flechas de Tânatos permaneceram para sempre como um atalho para o destino dos homens.
Postar um comentário