sábado, 3 de novembro de 2012

Os predadores


São muitas as profecias do fim do mundo e todas prevêem grandes catástrofes de fogo e água, choque de planetas, batidas de meteoros. Há uma crescente consciência de que a espécie humana pode mesmo desaparecer e o próprio fenômeno da vida significaria  uma doença da crostra terrestre.

Tenho pensado que o nosso maior inimigo na competição pela existência na Terra é o inseto. Quando a humanidade não mais existir, destruida pela doenças, restarão as moscas, mosquitos, baratas, escorpiões, percevejos, maruins e gafanhotos.

Malária, febre amarela, dengue, encefalite japonesa, doença de chagas, doença do sono, leishmaniose, filariose são algumas poucas da infinidade de moléstias transmitidas pelos insetos, que são os verdadeiros predadores do homem.
Postar um comentário