segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Velhos



Tenho envelhecido e acompanhado o envelhecimento da minha geração. Estamos sentindo a passagem do tempo, testemunhas do crescimento daquelas crianças que vimos nascer e se transformaram em adultos. Alguns de nós já se foram, outros esperam a vez.

Há o desafio de acompanhar o tempo presente e ainda há lugar para descobertas e decepções. Há os que tentam se manter contemporâneos, afinados com os dias de hoje e há os apegados a verdades absolutas de um tempo passado.

Os que não aceitam a idéia de mudança, não possuem dúvidas e tendem a  se tornar velhos hostis. A velhice significará para eles, cada vez mais, um poço de solidão.
Postar um comentário