sábado, 13 de outubro de 2012

Sobre a História


Quando se fala em História, o pensamento é levado a imaginar uma corrente de acontecimentos que teria começo, meio e fim. O mundo inteiro, países, nações e as pessoas como personagens de uma narrativa virtual contada pelo destino. Haveria então uma lógica nos fatos e na sua ocorrência que se sucede no tempo.

Mas não é assim que acontece. Não existe sentido lógico sequer na vida humana, regida por casos fortuitos. A História é uma sucessão de imprevistos. Já se tentou explicá-la através de feitos pessoais de grandes homens ou da lógica dos conflitos. Mas tudo o que aconteceu ou acontecerá no mundo poderia não ter sido. Ou poderia ter sido o seu contrário.

A espécie humana, que domina o planeta, produto de uma contínua evolução, segundo a ciência, poderia não ter existido. Bastaria um pequeno acidente genético, um tropeço ou cataclismo para que não existisse sequer uma História, que é produto do acaso.
Postar um comentário