quarta-feira, 24 de junho de 2015

Quinn

Anthony Quinn, ator de tantos filmes em Hollywood, nasceu em Chihuahua, no México, em 1915, e morreu em Boston, em 2001. Embora naturalizado americano, não cortou os laços com a sua terra. Parece ser esta uma das idiossincrasias dos artistas. Eles se sentem estéreis quando se desligam do lugar onde nasceram.

Pouco antes de morrer, Quinn deixou registrada a forma como imaginava seus funerais. Queria que fossem na forma tradicional dos índios do seu país. Eles não enterravam nem cremavam seus mortos e Quinn descreveu como desejava que fizessem com seu corpo.


Pediu para ser levado em procissão por seus treze filhos ao alto de uma montanha e lá fosse deixado para servir de pasto às aves de rapina. Elas comeriam seu corpo e depois o espalhariam cagando pelos mais longínquos territórios do seu país. Foi uma bela declaração de amor à pátria enunciado por alguém que em breve ia morrer.
Postar um comentário