sábado, 24 de março de 2012

O herói mítico do nosso tempo


A arte é purgadora das emoções, os gregos já tinham compreendido. No teatro da antiguidade, as paixões e os pesadelos apresentam-se na forma pura com a qual tomam posse das almas humanas. O cinema dos dias de hoje tem na figura do herói vingador um dos seus temas recorrentes e talvez esteja aí um dos símbolos do nosso tempo.

A busca da redenção toma a forma da vingança pelas ofensas sofridas e esta seria a única liberdade possível. O herói se bate contra a injustiça até se redimir, a si e aos outros, pela derrota do inimigo comum.

É a mesma luta dos romances de cavalaria, em que, ao contrário do herói trágico do teatro grego, existe a recusa em aceitar a derrota imposta pelo destino. Drive, em exibição nos cinemas, traz uma vez mais o herói mítico em sua eterna luta pela rendenção.
Postar um comentário