segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Talassa, Talassa


O Rio é uma cidade que nasceu do mar. Foi o caminho por onde vieram os descobridores e o leito natural de uma paisagem tão decantada e tão cultuada pelos próprios habitantes. Mas o Rio, ao longo da sua história, tem afastado de si o mar.

De Copacabana ao centro, viaja-se por autopistas construidas em aterros que escondem a praia em duvidosas construções. As ondas, que antes batiam no morro da Glória, onde se encontra a Igreja, estão hoje represadas a mais de um quilômetro de distância.

A Avenida Atlântica, várias vezes aterrada, é também o palco de arenas, quiosques, tabiques misteriosos como o da foto, escondendo a paisagem. O carioca, que diz amar sua cidade, odeia o mar.
Postar um comentário