quarta-feira, 18 de julho de 2012

Mondovino



Rudy Kurniawan (foto), um esperto indonésio de 36 anos, viveu em Nova Iorque durante 10 anos de vender vinhos raros em leilões. Era também conhecido como Dr. Conti, por causa do seu vinhedo favorito, o Romanée-Conti. Respeitado como um profundo conhecedor, só no ano de 2006 ele vendeu US$36 milhões em vinhos franceses. Todos falsos.

Na outra foto, um Petrus de 1961, legendário Bordeaux cujo preço chega a 104 mil euros por caixa. O da esquerda é falso. A técnica de Rudy era usar bons vinhos em garrafas falsas de marcas famosas em safras especiais. Transformava vinhos caros em caríssimos.

Rudy foi preso pelo FBI mas parece nos dizer como os ricos podem ser enganados. No desejo de exibir sua fortuna e diferenciarem-se das pessoas comuns, tornam-se presas fáceis de quem sabe dimensionar até onde vai a estupidez humana. 
Postar um comentário